gato brincando

Meu gato não gosta de brincar 4

Olá gateiros, tutores de gatos, pais e mães de gatos ou apenas apaixonados por gatos!

Que tal hoje falarmos sobre brincadeiras?

É super comum eu ouvir as pessoas falando: “meu gato não gosta de brincar” ou “meu gato é muito preguiçoso”, mas eu posso garantir, não existe gato que não goste de brincar, inclusive gatos idosos gostam também. Agora eu te pergunto, será que seu gato não gosta de brincar ou será que você mesmo sem querer não esta dando os estímulos preferidos?
A partir do momento que colocamos os gatos dentro de nossas casas, nos tornamos totalmente responsáveis por dar uma boa qualidade de vida para eles e isso significa serem saudáveis física e mentalmente.

Os gatos descendem do gato selvagem africano, por isso eles são caçadores natos!!! E ao não fazerem isso poderão se sentir frustrados e até entediados! Se formos pensar lá no habitat natural, na vida selvagem, os gatos tiram pequenas sonecas durante o dia assim poupam sua energia para caçarem. Não é porque estão dentro de casa que não precisam mais fazer essas caçadas, as brincadeiras são nada mais nada menos que uma “imitação” das caças. Então, já sabemos que ter que caçar é um comportamento natural da espécie e se os gatos não tiverem oportunidade de expressarem seus comportamentos naturais é muito provável que venham apresentar problemas comportamentais.

Através das brincadeiras, estaremos dando gasto de energia físico e mental para nossos gatinhos sem contar que brincar com eles é um jeito de demonstrarmos afeto. A maioria dos gatos gosta de interagir com seu dono, e isso melhora a relação de ambos, fortalece os vínculos. Também ajudam a desestressar os bichanos, como eles são seres muito sensíveis, altos níveis de estresse levam gatos a terem cistite (sinalizada com xixi fora da caixa) e lambeduras excessivas. Bom, falei apenas da parte de comportamento mas temos também que lembrar da saúde. A falta de exercício pode levar a problemas de peso como a obesidade, que então afeta diretamente na parte clínica, como doenças cardíacas, osteoartrite e diabetes (Fonte: International Society of Feline Medicine – ISFM).

Provavelmente, você deve estar se perguntando como dar o estímulo preferido e como fazer o seu gato “gostar” de brincar. Nós sabemos algumas preferencias da espécie, mas quando falamos em indivíduos, cada um é único. Cada gato terá uma motivação diferente para brincar.

Você só irá descobrir o que seu gato realmente gosta na base da tentativa e do erro. Precisamos tentar de tudo para afirmar que o gato não gosta de brincar.Temos ampla variedade de produtos no mercado pet, temos que ter algumas coisas em mente como textura do brinquedo (pelúcia, papelão, tecidos), forma (bolinha, pena, fitas), tamanho como brinquedos pequenos que imitam insetos ou brinquedos maiores como varinhas com penas ou penduricalhos que imitem passarinhos, qual o movimento que esse brinquedo faz (tem gatos que preferem presas que voam, enquanto outros preferem as que rastejam ou que andam pelo chão), barulho (para alguns, o barulhinho estimula a brincar, para outros pode ser assustador), brinquedos com catnip são sempre muito válidos.

Outras coisas importantes que devemos lembrar, não adianta deixarmos o brinquedo ali e não darmos “vida” a ele, por isso a interação com o proprietário é tão importante.
Precisamos ajudar aquele brinquedo a se transformar na presa ideal. Em casas com mais de um gato, é comum vermos um ou dois gatos dominarem os brinquedos na hora da brincadeira enquanto os outros ficam mais afastados olhando, nesse caso é muito importante brincarmos com eles separadamente.

Nunca devemos incentivar brincadeiras com as mãos, pés ou embaixo de cobertas e lençóis!

Gatos filhotes, terão muito mais energia, então bem provável que saltem, e corram bastante. Gatos de 1 a 3 anos são mais propensos a brincarem com bolinhas, inclusive bolinhas de papel. Você pode jogar e alguns até buscam e trazem de volta.

Já não podemos esperar isso de gatos idosos, devido a idade terão menos energia ao brincar mas isso não quer dizer que não brincarão, apenas o fato de brincarem deitados batendo de leve nos brinquedos não deixa de ser uma estimulação para eles.

Jamais devemos esquecer que gatos são neofílicos (demonstram interesse por novidades), então nada de deixar todos os brinquedos a vontade. O ideal é guardarmos e só apresentarmos para realizar a brincadeira, sem contar que muitos brinquedos precisam de supervisão para não acontecer nenhum acidente.

Os gatos são totalmente diferentes dos cachorros, muitas pessoas acham que precisam passar horas brincando para dar gasto de energia (igual nos cães, como passeios longos) mas muito pelo contrário, o ideal para eles são curtos períodos de atividade mas com uma freqüência maior.

Ah! A hora do dia pode te ajudar a saber quando seu gatinho está mais ativo, por terem hábitos crepusculares estão mais despertos ao amanhecer e ao anoitecer.

Que tal a partir de hoje ir em busca de algo que seu gato goste de interagir e então brincar com ele pelo menos duas vezes ao dia? Garanto que seus gatinhos irão agradecer e te amar muito mais!

4 Comments

  1. A minha Jade já sabe que quando chego do trabalho eu como um lanche e reservo 1 hora para brincarmos. Carinha com pena para ela caçar e bolinha de papel no tapete e brincar de esconder também ela adora.

    TATIANA RODRIGUES DA SILVA
  2. Minha gatinha gosta de brincar com cordinha,antes tinha mais disposição mas agora está meio obesa e fica cansada mas sempre brinco vou tentar mais vezes ao dia, obrigada pela matéria,amei.

    CELISE VIEIRA LUIZETO
  3. Meu gato só tem um objetivo sair pra fora e das 3 vezes q liberei ele voltou pela manha todo machucado e sujo . E quando esta em casa mia e ate grita pra sair nao brinca nunca so dorme e fica no colo nao sei oq fazer. Ele tem 9 meses é macho

  4. Oi tenho três felinos machos que amam brincarem com qualquer objeto que eu der a eles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *